Revista OrtodontiaSPO 2009 | V42N5 | Páginas: 379

Alterações transversais dentárias no arco inferior decorrentes da expansão rápida da maxila cirúrgica: avaliação de dois métodos

Changes in cross dental arch lower consequent from rapid maxillary expansion surgery: evaluation of two methods

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Mariana dos Santos Fernandes* Pedro Luis Scattaregi* Mara Cinthia Pereira dos Santos Fernandes** Danilo Furquim Siqueira***
* Mestres em Ortodontia pela Universidade Metodista de São Paulo - Umesp; Professores do curso de Especialização em Ortodontia ABO-ABC. ** Mestre em Ortodontia e Ortopedia Facial pela Universidade Camilo Castelo Branco; Coordenadora do curso de Especialização em Ortodontia ABO-ABC. *** Professor doutor do Programa de Pós-graduação em Odontologia - Área de Concentração: Ortodontia - Umesp.

Resumo:

O objetivo deste trabalho foi avaliar possíveis alterações no arco inferior decorrentes da expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente (Ermac) por meio de dois métodos: modelos digitais e cefalometria radiográfica computadorizada póstero-anterior. A amostragem foi constituída por 45 modelos de gesso e 45 telerradiografias em norma frontal obtidas de 15 pacientes, sendo seis do sexo masculino e nove do sexo feminino, com média de idade de 23,3 anos (mínima de 18 anos e a máxima de 35 anos de idade) que foram submetidos à Ermac. As amostras foram avaliadas no pré-tratamento (T1), três meses (T2) e seis meses (T3) pós-disjunção cirúrgica. Nos modelos digitais foram mensuradas as distâncias transversais de caninos a segundos molares e nas telerradiografias a distância intermolar (B6-6B). Como resultado a análise de modelos não demonstrou diferenças estatisticamente significantes (p < 0,05) em nenhum dos tempos estudados, com exceção dos primeiros molares que tiveram um aumento de 0,43 mm de T1 para T2 e a análise cefalométrica detectou um aumento estatisticamente significante de 1,52 mm de T1 para T2. Concluiu-se que os dois métodos de avaliação são viáveis clinicamente e, com relação aos resultados encontrados, apesar dos dois métodos estudados demonstrarem alterações transversais estatisticamente significantes, não se observou relevância clínica.

Unitermos:

Expansão maxilar; Cefalometria; Modelos digitais.

Abstract:

The objective of this work was to evaluate possible changes in lower arch arising from surgically assisted rapid maxillary expansion (Sarme) using two methods: digital models and computerized radiographic postero-anterior cephalometry. The sampling consisted of 45 plaster models and 45 frontal teleradiographs obtained from 15 patients, 6 male and 9 female, with mean age of 23.3 years (minimum 18 and maximum of 35 years old) who were submitted to Sarme. The samples were evaluated in pre-treatment (T1), three months (T2) and six months (T3) post surgery disjunction. Digital models were measured in the transverse distances from second molars to canines and in teleradiographs the inter-molar distance (B6-6B). The results of model analysis showed no statistically significant differences (p < 0.05) in any of the times studied, except the first molars that had an increase of 0.43 mm for T1 and T2 and cephalometric analysis detected statistically significant increase of 1.52 mm from T1 to T2. It was concluded that both methods of evaluation are feasible clinically and with regard to results, although the two methods show statistically significant changes cross, there was no clinical relevance.

Keywords:

Maxillary expansion; Cephalometry; Digital models.