Revista OrtodontiaSPO 2016 | V49N2 | Páginas: 107-14

Mordida aberta esquelética – controle bioprogressivo vertical e do plano oclusal

Skeletal open bite – bioprogressive vertical and occlusal plane control

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Weber Luiz Tamburus1
Patrícia Fernanda Venção Tessone2
Leandro Bielli Rossi3
Viviane Santini Tamburus4

1Professor do curso de especialização em Ortodontia – Associação Odontológica de Ribeirão Preto (Aorp); Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial – Conselho Federal de Odontologia.
2Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial – Associação Odontológica de Ribeirão Preto (Aorp).
3Mestre em Ortodontia – Uniara; Professor do curso de especialização em Ortodontia – Associação Odontológica de Ribeirão Preto (Aorp).
4Mestra em Ortodontia – FOP/Unicamp; Coordenadora do curso de especialização em Ortodontia – Associação Odontológica de Ribeirão Preto (Aorp).

Resumo:

Este relato de caso clínico teve como objetivo demonstrar as alterações no plano oclusal e, consequentemente, a rotação mandibular no sentido anti-horário, provocadas pela associação da mecânica ortodôntica bioprogressiva e do tratamento fonoaudiológico. A paciente – sexo feminino, 11 anos e cinco meses – apresentou-se com mordida aberta anterior esquelética, padrão dolicofacial severo e necessidade de tratamento fonoaudiológico. Para correção da má-oclusão foi utilizada, durante o final da fase de dentadura mista, apenas a mentoneira vertical com uso diário de 14 horas e 300 g de força. Após um ano, a mentoneira foi removida e o aparelho extrabucal cervical com força ortodôntica, juntamente com arco base inferior, foi instalado. Corrigida a má-oclusão, iniciou-se a remoção progressiva dos aparelhos. Pela comparação entre a documentação inicial e final, concluiu-se que os resultados foram significativamente positivos.

Unitermos:

Mordida aberta; Aparelhos de tração extrabucal; Mentoneira; Arco utilidade; Bioprogressiva.

Abstract:

This clinical case aims to report changes in the occlusal plane and consequently counterclockwise rotation in the mandibular direction, caused by the association of bioprogressive orthodontic mechanics and speech therapy. An 11 years and 5 months female patient – presented with skeletal anterior open bite, severe dolichofacial pattern and in need of speech therapy. To correct the malocclusion, a vertical chin cup was used at the mixed dentition stage for 14 hours a day with 300 grs of force. After one year, the chin cup was removed and the cervical headgear/lower arch was installed using orthodontic force. After malocclusion correction, the devices were progressively removed. The results were significantly positive when the initial and final scenarios were compared. After malocclusion correction began the gradual removal of the devices. Comparing the initial with the final exams it was concluded that the results were significantly positive.

Keywords:

Open bite; Extraoral traction appliances; Chin cup; Utility arch; Bioprogressive.