Revista OrtodontiaSPO 2016 | V49N3 | Páginas: 235-40

Comparação entre medidas digitais obtidas por CBCT e por escaneamento de modelo ortodôntico

Comparison of digital measurements obtained by scanning and CBCT of orthodontic plaster models

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

André Felipe Abrão1
Jorge Abrão2
João Batista de Paiva3
Rafael Golghetto Domingos4
Leandro Gonçalves Velasco5
Solange Mongelli de Fantini6

1Mestre e doutor em Ortodontia – Fousp.
2Professor associado da disciplina de Ortodontia do Depto. de Ortodontia e Odontopediatria – Fousp.
3Professor titular da disciplina de Ortodontia do Depto. de Ortodontia e Odontopediatria – Fousp.
4Especialista em Ortodontia e aluno estagiário da disciplina de Ortodontia do Depto. de Ortodontia e Odontopediatria – Fousp.
5Doutor em Ortodontia – Faculdade São Leopoldo Mandic; Especialista em Cirurgia bucomaxilofacial – CFO.
6Professora doutora da disciplina de Ortodontia do Depto. de Ortodontia e Odontopediatria – Fousp.

Resumo:

O modelo ortodôntico é um dos principais auxiliares no diagnóstico da má-oclusão e na elaboração do plano de tratamento ortodôntico, pois nele é possível realizar análise de modelos checando-se possíveis discrepâncias entre diâmetro dos dentes e espaço presente na arcada, distâncias transversais, além da análise do tipo de má-oclusão, sendo fundamental na Ortodontia. Com o avanço da tecnologia, hoje é possível obter modelos digitais por meio de escaneamento ou tomografia computadorizada de feixe cônico (CBCT), sendo a forma digital uma nova alternativa de análise de tais modelos. Este estudo propôs comparar as imagens de modelos digitais obtidos de imagens de CBCT de modelos de gesso com os medidos por escaneamento. Foram digitalizados 15 modelos de gesso por CBCT com o tomógrafo i-CAT, e por escaneamento digital com o scanner XCAD; em seguida, foram medidos digitalmente utilizando o programa Geomagic Studio. Foram calculados os coeficientes de correlação intraclasse com intervalos de 95% de confiança para cada medida, para avaliar o erro aleatório. Apesar da concordância estatística baixa, houve uma pequena diferença numérica entre os métodos, demonstrando resultados semelhantes clinicamente.

Unitermos:

Tomografia computadorizada de feixe cônico; Documentação; Tomógrafos computadorizados.

Abstract:

As digital approach is a new option to analyze orthodontic models, this study aims to compare images from digital models obtained by CBCT of plaster dental models with those obtained by scanning methods. 15 plaster models were digitalized by CBCT using the i-CAT scanner and, also, by digital scanning, on the XCAD scanner. Soon after, they were digitally measured and read into the Geomagic Studio software. The intraclass correlation coefficients with 95% confidence intervals were calculated for each measurement to evaluate the random error. The statistical agreement between the 3D scanning and the CBCT methods is poor for the evaluated measurements, as all the intraclass correlation values were close to zero. The 95% confidence intervals pass through zero. The only exception is for the intercuspid width with CCI of 0.656. The highest absolute error between the mean values is the sum of the mesiodistal width of teeth (0.3 mm) and the smallest is the intercuspid width (0.01 mm). The mesiodistal width of teeth is higher for measurements obtained by CBCT than those obtained by 3D scanner, as most of the models presented higher values for measurements obtained by CBCT models. Despite the low statistical correlation, there was a small numeric difference between the methods, demonstrating clinically similar results.

Keywords:

Cone-beam computed tomography; Documentation; Computed tomographic scanners.