Revista OrtodontiaSPO 2016 | V49N3 | Páginas: 243-8

Relação entre o ponto A e a alteração da inclinação dos incisivos superiores

Relationship between point A and the change of the maxillary incisors inclination

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Vitor Pereira Noronha1
Walter Pinheiro Noronha2

1Especialista em Ortodontia – Centro Integrado de Aperfeiçoamento (CIA).
2Mestre em Ortodontia – UFS.

Resumo:

O presente estudo propôs avaliar, cefalometricamente, a alteração do ponto A no plano sagital após mudança na inclinação dos incisivos superiores. Métodos: 21 pares de telerradiografias tomadas, no início e no final do tratamento ortodôntico, foram coletados de uma clínica particular na cidade de Aracaju (SE). A amostra foi dividida em dois grupos, de acordo com a movimentação dos incisivos pós-tratamento: Ipro, onde os incisivos proclinaram (n=12); e Iretro, onde os incisivos retroinclinaram (n=9). O ponto A e a inclinação dos incisivos maxilares foram mensurados em relação às linhas ortogonais formadas pelo plano horizontal de Frankfurt e pelo plano pterigoideo vertical. Todos os dados foram medidos duas vezes, com um intervalo de 15 dias, e as médias foram submetidas ao teste t emparelhado e ao teste de correlação de Pearson. Resultados: quando os incisivos maxilares proclinaram 5,26°, o ponto A retraiu 1,54 mm (r=0,75; p < 0,0001), em uma taxa de 1:3,4 mm/graus. Quando os incisivos maxilares retroinclinaram 5,44º, o ponto A avançou 0,71 mm (r=0,81; p < 0,05), em uma taxa de 1:7,7 mm/graus. Conclusão: o ponto A é influenciado diretamente pela alteração na inclinação dos incisivos superiores e tende a acompanhar o movimento do ápice destes dentes.

Unitermos:

Ponto A; Incisivos superiores.

Abstract:

This study aims to cephalometrically evaluate the changes at point A on the sagittal plane by measuring dental incisor inclinations before and after treatment. Methods: a total of 21 pairs of pre- and post-treatment lateral cephalograms were collected from a private clinic in Aracaju (SE). The sample was divided into 2 groups according to incisors inclination after treatment: Ipro, proclination after treatment (n=12) and Iretro: retroclination after treatment (n=9). The point A and the maxillary incisor inclinations were measured in relation to the orthogonal lines formed between the Frankfurt horizontal and the pterygoid vertical planes. Data were measured twice within a fifteen day interval, and means were subjected to the paired t and Pearson’s correlation tests. Results: when maxillary incisors proclined 5.26° degrees, point A retracted 1.54 mm (r=0.75; p < 0.0001), establishing a ratio of 1:3.4 mm/degrees. When the maxillary incisors retroclined 5.44 degrees, the point A advanced 0.71 mm (r=0.81; p < 0.05), establishing a ratio of 1:7.7 mm/degrees. Conclusion: the point A is directly affected by changes in the upper incisor inclinations and tends to follow the apex movement of these teeth.

Keywords:

Point A; Upper incisors.