Revista OrtodontiaSPO 2017 | V50N3 | Páginas: 242-8

Redução da hipermiotonia massetérica pela aplicação da toxina botulínica tipo A em paciente ortodôntico com bruxismo

Reduction of masseteric hypermyotonia by the application botulinum toxin type A in orthodontic patient with bruxism

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Irineu Gregnanin Pedron1
Fábia Barbas da Silva2

1Professor do curso de Toxina Botulínica em Odontologia – Instituto Vellini e Bottoxindent, São Paulo; Autor do livro “Toxina Botulínica – Aplicações em Odontologia”.
2Especialista em Ortodontia – Esfera Centro de Ensino Odontológico; Capacitação em Toxina Botulínica em Odontologia – Bottoxindent, São Paulo.

Resumo:

O bruxismo – hábito parafuncional caracterizado pelo rangimento dentário – vem sendo frequentemente observado na clínica odontológica. A terapêutica é sintomática, podendo ser oferecidos diversos tipos de tratamentos e proservação adequada, como a utilização da placa miorrelaxante. Entretanto, quando o bruxismo acomete o paciente em fase ativa de tratamento ortodôntico, pode gerar dificuldades já na obtenção do modelo, no uso da placa por parte da aparatologia ortodôntica fixa e falta de adesão por parte do paciente ao tratamento. Nesta perspectiva, a aplicação da toxina botulínica torna-se uma modalidade terapêutica importante na redução da dor e da hipermiotonia massetérica, quando da impossibilidade de uso da placa miorrelaxante. O objetivo deste trabalho foi apresentar o caso de uma paciente com bruxismo em fase ativa de tratamento ortodôntico, no qual, pela inviabilidade clínica na manutenção e uso da placa miorrelaxante durante esse tratamento, foi realizada a aplicação de toxina botulínica com o propósito de reduzir a dor, forças excessivas de contração dos músculos masseteres e, consequentemente, favorecer a estética do terço inferior da face.

Unitermos:

Toxinas botulínicas tipo A; Bruxismo; Bruxismo do sono; Dor facial; Ortodontia.

Abstract:

Bruxism – a parafunctional habit characterized by tooth grinding – has been frequently observed in dental clinics. Therapy is symptomatic, and various types of treatments and proper proservation may be offered, one of which is the use of occlusal splint. However, when there is involvement of bruxism in a patient during an active phase of orthodontic treatment, difficulties can be identified in obtaining a model, in the use of the splint by fixed orthodontic appliances, and there may be a lack of adhesion to the treatment on the part of the patient. In this perspective, the application of botulinum toxin becomes an important therapeutic modality in the reduction of pain and masseteric hypermyotonia when it is impossible to use the occlusal splint. The objective of this work is to present the case of a patient with bruxism in orthodontic treatment phase, in which, due to the clinical unfeasibility of maintenance and use of occlusal splint during the mentioned treatment, botulinum toxin application was performed with the purpose of reducing pain, excessive contraction forces of the masseter muscles and subsequently favor the aesthetics of the lower third of the face.

Keywords:

Botulinum toxins type A; Bruxism; Sleep bruxism; Facial pain; Orthodontics.