Revista OrtodontiaSPO 2017 | V50N6 | Páginas: 562-9

Avaliação da confiabilidade dos modelos digitais na realização da análise de Tanaka e Johnston

Evaluation of the reliability of digital models in the Tanaka and Johnston analysis

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Bruna Caroline Gonçalves Vasconcelos de Lacerda1
Jefferson David Melo de Matos2
John Eversong Lucena de Vasconcelos3
Heloísa Cristina Valdrighi4
Sílvia Amélia Scudeler Vedovello4
Mario Vedovello Filho5

1Mestra em Ortodontia – São Leopoldo Mandic, Campinas.
2Bacharelando em Odontologia – Centro Universitário Leão Sampaio Unileão.
3Professor doutor de Implantologia Oral, Depto. de Odontologia – Centro Caririense de Pós-Graduação Cecap.
4Professoras doutoras do programa de pós-graduação em Odontologia, Depto. de Ortodontia – Centro Universitário Hermínio Ometto.
5Professor doutor e coordenador do programa de pós-graduação em Odontologia, Depto. de Ortodontia – Centro Universitário Hermínio Ometto.

Resumo:

Objetivo: o objetivo deste estudo foi avaliar a confiabilidade dos modelos digitais para efetuar a medição da análise de Tanaka e Johnston. Metodologia: a pesquisa foi realizada a partir de 40 modelos de gesso de pacientes com dentição permanente, quando inicialmente foram medidos os quatro incisivos inferiores com paquímetro digital. Em seguida, os modelos foram digitalizados pelo aparelho Shape3D 700 e as medições foram realizadas através do software OrthoCAD, da Compass 3D. Resultados: os dados obtidos após análise estatística, pelas técnicas básicas de análise exploratória e ICC, apresentaram uma relação direta entre as medidas. Todos os testes de hipóteses desenvolvidos nesse trabalho consideraram uma significância de 5%. Eles apontaram que a concordância entre os dois métodos foi estatisticamente positiva e que os modelos digitais da mandíbula e da maxila tiveram 85% de concordância com os modelos de gesso. Conclusão: apesar dos modelos digitais superestimarem os valores encontrados para caninos e pré-molares na análise de Tanaka e Johnston, eles podem ser considerados instrumentos de estudo confiáveis.

Unitermos:

Reprodutibilidade dos testes; Modelo dentário; Dentição mista.

Abstract:

Aim: the prupose of this study was to evaluate the reliability of digital models according to Tanaka and Johnston analytical process. Methodology: 40 plaster cast models with permanent dentitions. Initially, the lower incisors were measured with a digital caliper ruler. After that, the models were digitized with a Shape3D 700 and measurement were made with appropriate software (OrthoCAD, Compass 3D). Results: upon exploratory and ICC statistical analyses (5% level of significance), a direct relationship was verified. A positive angreement was found between these two methods being the measurement of the digital models in 85% of agreement with that in the plaster models. Conclusion: although digital models overestimate the values found for canine and premolars at Tanaka and Johnston analyses, they can be considered reliable analytical instruments.

Keywords:

Reproducibility; Plaster casts; Mixed dentition.