Revista OrtodontiaSPO 2017 | V50N6 | Páginas: 596-600

As tomografias já decretaram a obsolescência das radiografias tradicionais na Ortodontia?

Did CT scans already proclaim the end of traditional radiography in orthodontics?

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Wendel Shibasaki1
Marlos Loiola1
Luis Gonzaga Gandini2
Flavio Cotrim-Ferreira3

1Alunos do programa de pós-graduação em Ciências Odontológicas (doutorado em Ortodontia) – Unesp Araraquara.
2Doutor em Ortodontia e professor – Foar/Unesp; Pós-doutorado em Ortodontia e professor do Depto. de Ortodontia – Baylor College of Dentistry, EUA; Professor do Depto. de Ortodontia – Saint Louis University, EUA.
3Mestre em Ortodontia e doutor em Diagnóstico Bucal – Fousp; Professor associado dos cursos de graduação em Odontologia, especialização e mestrado em Ortodontia – Unicid; Editor científico – Revista OrtodontiaSPO.

Resumo:

A obsolescência é a perda do valor e desuso de um procedimento ou de um material, devido não ao desgaste, mas ao progresso técnico e aparecimento de outros mais modernos. Durante muitos anos, as radiografias tradicionais foram a única forma de avaliação dos tecidos duros da face e auxiliaram o ortodontista nas tomadas de decisões e planejamentos clínicos. Nos últimos anos, as tomografias computadorizadas de feixe cônico (TCFC) tomaram grande espaço no arsenal de exames complementares solicitados pelos ortodontistas, atraídos pela alta definição e visualização tridimensional, mais natural e sem sobreposições. Por outro lado, este exame é mais caro e necessita de mais radiação, o que incita debates entre especialistas sobre a sua real necessidade para o diagnóstico ortodôntico. Este artigo teve o objetivo de revisar criteriosamente a literatura sobre o tema e definir o uso fundamentado das TCFCs.

Unitermos:

TCFC; Tomografia; Ortodontia.

Abstract:

Obsolescence is a loss of value and usability of a material or method, not by normal depreciation, but due to technical progress and the emergence of more modern ones. Traditional radiographs have been for many years the only way to assess face hard tissues and have assisted the orthodontist in clinical decision and planning. In recent years, the cone beam CT (CBCT) took large space in complementary tests arsenal requested by orthodontists, attracted by high definition and three-dimensional visualization, more natural and without overlaps. On the other hand, this method is more expensive and requires more radiation, which encourages discussions between experts on its actual need for orthodontic diagnosis. This paper aims to carefully review the literature about this subject and define the reasoned use of CBCT.

Keywords:

Tomography; CBCT; Orthodontics.