Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N1 | Páginas: 64-8

Relação entre a anatomia dos incisivos e o apinhamento dentário

Relationship between the incisors anatomy and tooth crowding

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Joyce Nomoto Reino1
Monique Cimão dos Santos2
Danilo Maeda Reino3
Adilson Luiz Ramos4

1Especialista em Ortodontia – Associação Maringaense de Odontologia.
2Mestranda em Odontologia Integrada – Universidade Estadual de Maringá.
3Professor doutor em Periodontia – Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.
4Professor doutor em Ortodontia – Universidade Estadual de Maringá.

Resumo:

O propósito do presente estudo consistiu em avaliar o formato dos incisivos por meio do modelo de estudo e verificar se existe associação ao apinhamento anterior superior e inferior. Foram avaliados 63 pares de modelos de gesso de pacientes com classe I, sem tratamento ortodôntico, com dentadura permanente completa, exceto segundos e terceiros molares, ausência de cáries dentárias e restaurações interproximais e ausência de anomalias de formato e tamanho dentário. Um grupo experimental com apinhamento (n=32) e um grupo controle sem apinhamento (n=31) foram comparados. Foram realizadas medidas dimensionais dos incisivos por meio de um paquímetro digital, bem como obtido o índice de irregularidade dos incisivos. O teste t de Student constatou que os incisivos laterais inferiores do grupo experimental apresentaram maior tendência para o formato triangular. Houve correlações positivas entre a medida da proporção mesiodistal do incisivo lateral inferior e a medida do índice de irregularidade dos incisivos inferiores. A largura do incisivo inferior mostrou-se como uma das características de apinhamento, podendo ser útil para o diagnóstico, tratamento e o prognóstico. Somente os incisivos laterais inferiores com tendência ao formato triangular apresentaram correlação positiva com o apinhamento, mostrando-se como um fator correlacionado a essa irregularidade.

Unitermos:

Anatomia; Incisivo; Má-oclusão.

Abstract:

The purpose of the present study was to evaluate the shape of the incisors through study model and to verify whether there is an association with the anterior upper and lower crowding. Fiftythree pairs of gypsum models of class I patients were evaluated, without orthodontic treatment, with complete permanent denture except for the second and third molars, absence of dental cavities and interproximal restorations, and absence of tooth size and shape anomalies. An experimental group with crowding (n=32) and a control group without crowding (n=31) were compared. Dimensional measurements of the incisors were made by means of a digital caliper, as well as the index of irregularity of the incisors. The Student’s t test showed that the lower lateral incisors of the experimental group had a greater tendency to triangular shape. There were positive correlations between the measurement of the mesiodistal ratio of the lower lateral incisor and the measurement of the irregularity index of the lower incisors. The width of the lower incisor was shown to be one of the crowding characteristics and could be useful for diagnosis, treatment and prognosis. Only the lower lateral incisors with a tendency to triangular shape presented a positive correlation with the crowding, showing as a correlated factor this irregularity.

Keywords:

Anatomy; Incisor; Malocclusion.