Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N2 | Páginas: 212-7

Caracterização do padrão face longa em escolares de 9 a 15 anos de idade

Characterization of the long-face syndrome in 9-15 years-old school children

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Flavia Cardoso de Oliveira Arrabal1
Maiara da Silva Goulart2
Victor de Miranda Ladewig2
Solange de Oliveira Braga Franzolin3
Ana Claudia de Castro Ferreira Conti4
Maurício de Almeida Cardoso5

1Graduada em Odontologia – Universidade do Sagrado Coração/USC.
2Mestres em Ortodontia – Universidade do Sagrado Coração/USC.
3Doutora em Fisiopatologia – Universidade do Estado de São Paulo/Unesp.
4Doutora em Ortodontia – Faculdade de Odontologia de Bauru/FOB.
5Doutor em Ortodontia – Universidade do Estado de São Paulo/Unesp.

Resumo:

Os indivíduos portadores do padrão face longa apresentam como característica principal a ausência de selamento labial passivo, em decorrência do aumento do terço inferior da face, deformidade de caráter predominantemente genético, que sofre influência de fatores ambientais. Estudos já realizados acerca desse padrão foram capazes de determinar as características oclusais, cefalométricas, assim como a prevalência dessa deformidade em uma amostra de indivíduos jovens. O objetivo do presente estudo foi determinar as características oclusais, a demanda para tratamento e as ocorrências de uma amostra de 159 indivíduos padrão face longa, selecionados a partir de um levantamento prévio de 5.020 escolares, matriculados no ensino fundamental, no município de Bauru/SP.

Unitermos:

Síndrome da face longa; Desenvolvimento maxilofacial; Epidemiologia.

Abstract:

Long-face syndrome individuals present lack of lip sealing due to their elongated middle facial third, a genetic trait that can be influenced by environmental factors. Previous studies have determined the occlusal, cephalometric characteristics, as well as the prevalence of this pattern in a young sample. The aim of this study was to verify the occlusal types, demand for  treatment, and reported cases in a sample of 159 Long-face syndrome individuals, selected from a previous survey of 5020 children from the primary school at the city of Bauru/SP.

Keywords:

Long face syndrome; Maxillofacial development; Epidemiology.