Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N2 | Páginas: 218-23

Avaliação da morfologia alveolar e sua repercussão sobre a movimentação ortodôntica dos incisivos inferiores

Evaluation of alveolar morphology and its repercussion on the orthodontic movement of lower incisors

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Lucia Hatsue Yamamoto Nagai1
Mario Cappellette2
Fauze Ramez Badreddine3
Roberta Lopes Gomes Cesário4
Thiago Leite Beaini5
Fabio Eduardo Maiello Monteiro Alves6
Mario Cappellette Jr7

1Especialista em Ortodontia – Universidade Federal de São Paulo.
2Coordenador do curso de Ortodontia – ABO/SP.
3Mestre em Ortodontia – Universidade Federal de São Paulo.
4Mestre em Ortodontia – ABO/SP.
5Doutor em Ciências da Odontologia – Fousp.
6Mestre em Ciências da Saúde – Unifesp.
7Pós-doutorado em Ciências da Saúde – Universidade Federal de São Paulo.

Resumo:

Introdução: o correto posicionamento dentário, em especial dos incisivos inferiores, é de grande importância para a estabilidade do tratamento e a harmonia facial. O volume ósseo na região dos incisivos inferiores limita a distância disponível para a movimentação dentária, e a tomografia computadorizada cone beam (TCCB) permite a visualização e o estudo desse osso alveolar em um corte sagital. Objetivo: o propósito deste artigo é discutir as repercussões da movimentação ortodôntica dos incisivos inferiores sobre a morfologia alveolar da região. Metodologia: revisão da literatura dos riscos envolvidos com a movimentação ortodôntica sobre as estruturas anatômicas das tábuas ósseas vestibular e lingual na região dos incisivos  inferiores, avaliados por meio de TCCB. Resultados: as limitações ortodônticas são maiores nos pacientes com menor espessura do processo alveolar e posicionamento excêntrico dos dentes. Deiscências e/ou fenestrações ósseas, prévias ao tratamento ortodôntico, são frequentes, principalmente nessa região. O padrão de crescimento vertical pode estar associado à menor largura alveolar vestibular e lingual na região apical dos incisivos inferiores. A utilização da TCCB tornou-se importante para o diagnóstico, planejamento e controle das movimentações ortodônticas, com a finalidade de evitar iatrogenias, como deiscências e/ou fenestrações ósseas. Conclusão: a estrutura do tecido ósseo da região da sínfise mandibular e posição dos incisivos devem ser bem avaliadas, de forma individual, para diminuir o risco de injúrias na raiz dos dentes e no osso alveolar durante a movimentação ortodôntica. O volume ósseo alveolar é um fator anatômico que limita a movimentação dentária.

Unitermos:

Tomografia computadorizada; Deiscência; Ortodontia.

Abstract:

Introduction: the correct tooth position, especially of the lower incisors, has a great importance to the treatment’s stability and to facial harmony. The volume of the alveolar bone, in the lower incisors region, limits the available distance of tooth movement and the cone beam computed tomography (CBCT) examination allows the visualization and quantification of alveolar bone in a sagittal section. Objective: to discuss the impact of orthodontic movement of the lower incisors in the morphology of the alveolar region. Methodology: a literature review of the risks involved in orthodontic tooth movement on the anatomical structures of the buccal and lingual alveolar bone in the region of the lower incisors, evaluated by CBCT. Results: the limitations are higher in orthodontic patients with lower thickness of the alveolar process and eccentric position of the teeth. Dehiscence and/or fenestration of the bone previous to orthodontic treatment are common, especially in this region. The vertical growth pattern may be associated with smaller buccal and lingual alveolar width in the apical region of the mandibular incisors. The use of the CBCT has become important for the diagnosis, planning and control of orthodontic movements in order to avoid iatrogenic treatment complications such as dehiscence and/or bone fenestrations. Conclusion: the mandibular symphysis’ bone structure and the incisor position should be well evaluated individually to reduce the risk of injury at the root of the teeth and the alveolar bone during orthodontic tooth movement. The volume of the alveolar bone is an anatomic feature that limits tooth movement.

Keywords:

Computed tomography; Dehiscence; Orthodontics.