Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N5 | Páginas: 557-61

Influência do tratamento ortopédico/ortodôntico na relação interarcos de pacientes com fissura labiopalatina completa e unilateral

Influence of orthopedic/orthodontic treatment on the interarch relationship of individuals with complete unilateral cleft lip and palate

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Tatiana Nishioka1
Terumi Okada Ozawa2
Marcelo Calvo de Araujo3
Rui Barbosa Brito Jr.4

1Especialista em Ortodontia – USP/HRAC.
2Professora do programa de pós-graduação em Ciências da Reabilitação – USP/HRAC.
3Doutorando do programa de pós-graduação em Ciências da Reabilitação – USP/HRAC.
4Doutor em Biologia e Patologia Bucodental – Universidade Estadual de Campinas.

Resumo:

Objetivo: avaliar as mudanças no índice oclusal da dentadura decídua/mista para a dentadura permanente em pacientes com fissura labiopalatina completa e unilateral (FLCU) submetidos à intervenção ortopédica/ortodôntica. Material e métodos: foram avaliadas fotografias intrabucais de 109 pacientes com FLCU (75 sexo feminino e 34 do sexo masculino), de acordo com a classificação de Attack, na fase de dentadura decídua/mista, com média de idade de 5,6 anos, com desvio-padrão de +/-0,6, imediatamente antes do início do tratamento (T1) e após o tratamento, na fase de dentadura permanente, antes do início do tratamento ortodôntico definitivo, em média aos 17 anos de idade, com desvio-padrão de +/-0,8 (T2), de acordo com o índice Goslon. A amostra foi dividida de acordo com o índice inicial oclusal em quatro subgrupos: A1/A2; A3; A4; e A5. Os indivíduos foram tratados com tratamento ortopédico, expansão rápida da maxila (ERM) ou ERM associada à tração reversa. O índice oclusal inicial (T1) foi comparado ao índice oclusal final (T2) pela aplicação do teste de Wilcoxon. O nível de significância adotado foi 5%. Resultados: o grupo A1/A2 manteve uma boa relação oclusal. O grupo A3 apresentou melhora na relação em cerca de metade dos casos. O grupo A4 e A5 não apresentou melhora. Conclusão: a maioria dos pacientes do grupo A1/A2 manteve-se no mesmo índice. Os grupos A3 e A4, em sua maioria, mantiveram ou foram para um índice oclusal pior após a terapia ortopédica/ortodôntica. Os resultados demonstraram pouca influência do tratamento nos grupos A3 e A4, podendo nortear um prognóstico mais sombrio, principalmente para pacientes com crescimento mandibular residual expressivo.

Unitermos:

Arco dentário; Fissura palatina; Ortodontia.

Abstract:

Objective: to evaluate the changes in the occlusal index from the deciduous/mixed dentition to the permanent dentition in individuals with complete unilateral cleft lip and palate (CUCLP) submitted to orthopedic/orthodontic intervention. Material and methods: the study was conducted on intraoral photographs of 109 individuals with complete unilateral cleft lip and palate (75 females and 34 males), according to the 5-year-old index, before treatment, in the deciduous/mixed dentition stage around the age of 5 years (T1), and after treatment in the permanent dentition, before onset of definitive orthodontic treatment, approximately at 17 years of age (T2), according to the Goslon yardstick. The sample was divided according to the occlusal index into 4 subgroups: A1/A2; A3; A4; and A5. Individuals were submitted to orthodontic treatment, rapid maxillary expansion (RME) and RME combined with maxillary protraction (MP). The initial occlusal index (T1) was compared to the final occlusal index (T2) by application of the Wilcoxon test. The study considered a significance level of 5%. Results: the occlusal indices A1 and A2 maintained good occlusal relationship. The A3 presented improved occlusal relationship in half of cases. Groups A4 and A5 did not exhibit improvement in occlusal relationship. Conclusion: most individuals in subgroup A1/A2 maintained the same score. The majority of individuals in subgroups A3 and A4 maintained the score or exhibited worse occlusal index after orthopedic/orthodontic treatment. The results revealed little influence from the orthopedic/orthodontic treatment on occlusal indices A3 and A4, possibly indicating a worse prognosis.

Keywords:

Dental arch; Cleft palate; Orthodontics.