Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N5 | Páginas: 570-6

Bifosfonatos associados à remodelação óssea e suas implicações no movimento ortodôntico

Bisphosphonates associated with bone remodeling and its implications for orthodontic movement

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Eloysa da Silva Cabral1
Roberta de Souza Monteiro1
Carla Cristina Neves Barbosa2
Oswaldo Luiz Cecilio Barbosa3

1Acadêmicas de Odontologia – Universidade Severino Sombra.
2Mestra em Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares – Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic.
3Mestrando em Saúde Coletiva e especialista em Implantodontia – Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic.

Resumo:

A remodelação óssea fisiológica diante do movimento ortodôntico ocorre por inúmeros fatores, que precisam ser ativados e interagir entre si. O ligamento periodontal se torna o principal precursor do movimento, estimulando agentes imunológicos inflamatórios que, junto com as células de defesa e de modelagem óssea, promovem a movimentação dentária. Como via de controlar a remodelação desordenada por doenças ósseas, o uso dos bifosfonatos se tornou uma alternativa comum, levando a alterações no tratamento ortodôntico, podendo classificá-las em positivas e negativas diante de cada caso. O objetivo do artigo foi analisar a remodelação óssea frente ao movimento ortodôntico e correlacioná-la mediante a presença de doenças ósseas, quando administrados bifosfonatos. Foi realizada uma pesquisa nos principais bancos de dados, como Bireme, PubMed, Scielo e Google Acadêmico, coletando artigos que incluíam revisão da literatura, pesquisas laboratoriais e casos clínicos, no período de 2010 a 2017. Em conjunto, foram consultados sites e livros como forma de complementar o conhecimento. Concluiu-se que o medicamento pode ser usado de formas positivas para casos como reabsorções radiculares severas e na ancoragem farmacológica. Pôde-se observar também que há redução do movimento, pelo decréscimo das células de reabsorção óssea. Não há relatos conclusivos na literatura de que o uso, durante a Ortodontia, possa levar à osteonecrose. Contudo, é sempre importante ter cautela na força do movimento e em tratamentos odontológicos adjuntos ou não, como a cirurgia ortognática, em que o risco de osteonecrose é relativamente maior. Novas alternativas para substituir os bifosfonatos podem ser objetos de estudos futuros.

Unitermos:

Bifosfonatos; Movimentação ortodôntica; Remodelação óssea.

Abstract:

The physiological bone remodeling before the orthodontic movement acts through innumerable factors that need to be activated and interact with each other. The periodontal ligament becomes the main precursor of the movement, stimulating inflammatory immunological agents, which together with the defense and bone modeling cells, promote tooth movement. As a way of controlling disordered remodeling by bone diseases, the use of bisphosphonates became a common alternative, leading to changes in orthodontic treatment, which can be classified as positive and negative in each case. The objective of the article was to analyze bone remodeling towards orthodontic movement and to correlate it by the presence of bone diseases when administered bisphosphonates. A survey was conducted on the main databases such as Bireme, PubMed, Scielo and Google Scholar, collecting articles, which include literature review, laboratory research and clinical cases from 2010 to 2017. Together, sites and books as a form of knowledge complement were also included. It was concluded that the drug can be used in positive ways for cases such as severe root resorption and pharmacological anchorage. It can also be observed that there is a reduction of movement by decreasing of cells of bone resorption. There are no conclusive reports in the literature that the use during orthodontics can lead to osteonecrosis. However, it is always important to be careful in the strength of the movement and in adjunctive dental treatments, such as orthognathic surgery, where the risk of osteonecrosis is relatively higher. New alternatives to replace bisphosphonates may be the object of further studies.

Keywords:

Diphosphonates; Orthodontic movement; Bone remodeling.