Revista OrtodontiaSPO 2018 | V51N6 | Páginas: 744-8

Abordagem ortodôntica em crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil

Orthodontic approach in children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Sérgio Spezzia1

1Cirurgião-dentista especialista em adolescência para equipe multidisciplinar e mestre em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria – EPM/Unifesp.

Resumo:

Artrite idiopática juvenil (AIJ) é uma patologia crônica de etiologia desconhecida que geralmente acomete os indivíduos na infância e na adolescência. A doença se manifesta por intermédio de inflamação persistente ou recorrente nas articulações, iniciando-se antes dos 16 anos de idade. As artrites persistem e mantêm-se por um período acima de seis semanas. Dependendo do medicamento prescrito no tratamento medicamentoso na AIJ, pode haver algum tipo de repercussão desfavorável para o tratamento ortodôntico. Em âmbito odontológico existem algumas manifestações clínicas da AIJ que podem acometer, inclusive crianças e adolescentes, dentre elas citam-se: disfunção da articulação temporomandibular com limitação dos movimentos; limitação da abertura de boca; má-oclusão; mordida aberta anterior; micrognatia; retrognatia; cárie dentária; doenças periodontais; desregulação da resposta imunoinflamatória, entre outras. O objetivo deste artigo foi averiguar como pode ser realizado o tratamento ortodôntico em crianças e adolescentes com AIJ sem que ocorra interferência no planejamento a ser executado. Realizou-se revisão bibliográfica, envolvendo levantamento de estudos e artigos que versavam sobre tratamento ortodôntico empregado em crianças e adolescentes portadores de AIJ, com busca nas bases de dados: Google Acadêmico e PubMed. Para que se proceda a um plano de tratamento ortodôntico e realize-se tratamento nessas crianças e adolescentes com AIJ sem que ocorra riscos em seu desfecho, faz-se necessário que o cirurgião-dentista contactante tenha conhecimento prévio das manifestações clínicas da AIJ em âmbito médico e odontológico, incluindo as possíveis repercussões odontológicas e ortodônticas que podem ocorrer pela prescrição de alguns tipos de medicamentos destinados à AIJ.

Unitermos:

Criança; Adolescente; Ortodontia; Artrite juvenil.

Abstract:

Juvenile idiopathic arthritis (JIA) is a chronic pathology of unknown etiology that usually affects individuals in childhood and adolescence. The disease manifests itself through persistent or recurrent inflammation in the joints, starting before the age of 16 years. Arthritis persist and stay for a period longer than six weeks. It occurs that drug treatment is used in JIA, depending on the medication prescribed there may be some kind of repercussion that is unfavorable for orthodontic treatment. In the dental field there are some clinical manifestations of JIA, that can affect children and adolescents, among them: temporomandibular joint dysfunction with limited movement; limited mouth opening; malocclusion; anterior open bite; micrognathia; retrognathia; dental cavity; periodontal diseases; dysregulation of the immuneinflammatory response, among others. The objective of this article was to investigate how orthodontic treatment can be performed in children and adolescents with JIA without interference in the planning to be performed. A bibliographic review was carried out, involving a survey of studies and articles dealing with orthodontic treatment used in children and adolescents with JIA, with a search in databases: Google Scholar and PubMed. In order to proceed with an orthodontic treatment plan and to treat these children and adolescents with JIA without risk of their outcome, it is necessary for the contact dental surgeon to have prior knowledge of the clinical manifestations of JIA in a medical setting including the possible dental and orthodontic repercussions that may occur due to the prescription of some types of JIA medications.

Keywords:

Child; Adolescent; Orthodontics; Juvenile arthritis.