Revista OrtodontiaSPO 2019 | V52N4 | Páginas: 394 - 402

Qualidade de vida versus expansão rápida da maxila

Quality of life versus rapid maxillary expansion

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Daniela Pimentel Machado Renofio Hoppe1
Lucia Hatsue Yamamoto Nagai1
Raquel Mori Gonçalves1
Aparecida Keiko Akutsu Yuki1
Mario Cappellette Jr.2

1 Especialistas em Ortodontia, mestrandas em Ciências – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp/EPM).
2Especialista em Ortodontia e Radiologia, doutor em Medicina (Otorrinolaringologia), professor afiliado da disciplina de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço– Universidade Federal de São Paulo.

Resumo:

Introdução: a hipoplasia da maxila é um fator agravante e complicador das funções respiratória, mastigatória e fonatória. A atresia da maxila ocorre quando a maxila é menor em relação à mandíbula, com consequente redução das dimensões transversas da cavidade nasal, que – na presença de obstrução nasal – pode auxiliar no diagnóstico da respiração bucal. A expansão rápida da maxila tem sido o tratamento de escolha para correção da hipoplasia maxilar, na qual o aumento da largura da arcada dentária e do complexo nasomaxilar contribuem para facilitar a respiração nasal, com melhora da mastigação, fala, sono e atividades diárias dos pacientes. Objetivo: o objetivo foi avaliar, por meio de questionário validado, a melhora da qualidade de vida em curto prazo após a expansão rápida da maxila. Material e métodos: foram avaliados 30 respiradores orais (média de idade de 9,6 anos), utilizando um questionário padronizado de qualidade de vida respondido por pacientes e pais/responsáveis ​​legais pré-ERM (T1) e cinco meses pós-ERM (T2). Resultados: os sintomas respiratórios pré-tratamento melhoraram em pacientes fora do escore total do questionário entre T1 e T2. Conclusão: a expansão rápida da maxila melhorou a qualidade de vida dos pacientes respiradores orais com hipoplasia maxilar.

Unitermos:

Respirador bucal; Expansão rápida da maxila; Técnica de expansão palatal; Questionário de qualidade de vida.

Abstract:

Introduction: maxillary hypoplasia is an aggravating and complicating factor of the respiratory, masticatory and phonatory functions. An atrophic maxilla is seen when the maxilla is smaller in relation to the mandible, with consequent reduction of the transverse dimensions of the nasal cavity, which – in the presence of nasal obstruction – may help in the diagnosis of mouth breathing. Rapid maxillary expansion has been the treatment of choice to correct maxillary hypoplasia, where increasing the width of the dental arch and the nasomaxillary complex contribute to facilitate nasal breathing, with improvement of chewing, speech, sleep and daily activities of the patients. Objective: the objective was to evaluate, through a validated questionnaire, the improvement of short-term quality of life after rapid maxillary expansion. Material and methods: a total of 30 mouth breathers (mean age 9.6 years) were evaluated using a standardized questionnaire of quality of life answered by patients and parents/legal guardians pre-RME (T1) and five months post-RME (T2). Results: pretreatment respiratory symptoms improved in patients outside the total questionnaire score between T1 and T2. Conclusion: rapid maxillary expansion improved the quality of life of oral breathing patients with maxillary hypoplasia.

Keywords:

Mouth breathing; Rapid maxillary expansion; Palatal expansion technique; Quality of life questionnaire.