Publicado em: 19/06/2017 às 14h45

Efeitos do aparelho de protração mandibular (APM) em conjunto com o aparelho fixo no perfil facial

Ciência Brasil: publicação de pesquisadores brasileiros na mídia internacional.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

de Paula ECM, Conti ACCF, Siqueira DF, Valarelli DP, de Almeida-Pedrin RR. Esthetic perceptions of facial silhouettes after treatment with a mandibular protraction appliance. Am J Orthod Dentofacial Orthop 2017;151(2):311-6.

 

RESUMO

Objetivo: o estudo retrospectivo em pacientes com má-oclusão classe II, 1ª divisão, avaliou os efeitos produzidos no perfil facial pelo aparelho de protração mandibular (APM) em conjunto com o aparelho fixo.

 

Material e métodos: a amostra foi composta por 54 telerradiografias em norma lateral (27 iniciais e 27 finais) de 27 pacientes, sendo 14 do sexo feminino e 13 do sexo masculino, com média de idade inicial de 12,27 anos, tratados por um período médio de 2,9 anos. Após a obtenção das telerradiografias, foram preparados os cefalogramas e os álbuns contendo as silhuetas dos perfis dos 27 pacientes (pré e pós-tratamento), de forma aleatória. A seguir, 60 ortodontistas e 60 leigos escolheram o perfil facial mais estético (A ou B) e a quantidade de alteração percebida entre eles, de acordo com a escala visual analógica (EVA). Para comparação entre os dois grupos de avaliadores, foi utilizado o teste t pareado e adotado um nível de significância de 5% (p < 0,05).

 

Resultados: foram observadas diferenças estatisticamente significantes na comparação entre as preferências dos perfis pré e pós-tratamento para os dois grupos, e em ambos a maioria dos avaliadores preferiu o perfil pós-tratamento. Para quantificar a percepção dos avaliadores em relação às diferenças entre os perfis faciais A e B, os resultados da EVA mostraram que o grupo de avaliadores leigos identificou maior diferença entre os perfis pré e pós-tratamento, comparado ao grupo de ortodontistas (p < 0,001*).

 

Conclusão: no julgamento dos avaliadores (ortodontistas e leigos), o tratamento com o aparelho de protração mandibular promoveu um efeito positivo no perfil facial, e este foi mais identificado pelos leigos.

 

 

 

 

Coordenação de conteúdo:

 Marcio Rodrigues de Almeida