Publicado em: 19/06/2017 às 14h52

Fases promissoras

Presidente da SPO, Jairo Corrêa conta como tem sido a trajetória da revista OrtodontiaSPO ao longo de seus 50 anos.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo
Ao longo deste ano, aproveitarei este espaço para contar e realçar como surgiu, em 1967, a revista OrtodontiaSPO e como tem sido sua trajetória por todo esse período. Sem dúvida, é uma história que precisa ser contada e é semeada de inúmeras fases promissoras, que nos fizeram chegar aos 50 anos de existência. Comemoramos em 2017 o jubileu de ouro desse consagrado veículo científico da entidade SPO.
 
Quando assumi a direção do Boletim da SPO, criado pelo saudoso mestre Manuel Carlos Müller de Araújo, no meu primeiro editorial relatei que o artigo 66 do Estatuto da SPO rezava:“A Sociedade Paulista de Ortodontia editará uma publicação destinada à divulgação de trabalhos científicos e de noticiário de interesse da profissão”. Com base no explícito, em 1962, nasceu o Boletim da Sociedade Paulista de Ortodontia, um caminho seguro para que o lançamento da revista ocorresse em um futuro precioso.
 
Em 1967, fui eleito presidente da SPO e, durante esta gestão, o então secretário-geral Paulo Affonso de Freitas apresentou a feliz e oportuna ideia de transformar o Boletim da SPO em revista. E isso aconteceu!
 
A proposta foi aprovada por unanimidade com a seguinte determinação: o fundador do Boletim da Sociedade Paulista de Ortodontia foi o professor Manuel Carlos Müller de Araújo, e o fundador da Revista Ortodontia foi o Dr. Paulo Affonso de Freitas.
 
Como sou adepto de pronunciamentos de personalidades influentes, no editorial da “nova fase do boletim” reproduzi uma composição sábia de Yarts: “Acreditei sempre no melhor de cada homem e descobri que essa crença é o bastante para fazer com que o mau mostre o seu lado bom, e que o bom procure elevar mais alto o seu gancho de luz”.
 
Continue apreciando os próximos editoriais!

 

 

Jairo Corrêa

Presidente da SPO