Publicado em: 26/10/2017 às 16h28

O melhor do mundo em 2018

Flavio Cotrim-Ferreira confirma a participação de palestrantes estrangeiros no Orto 2018-SPO.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo
A diretoria da SPO e a comissão científica do 21º Congresso Brasileiro de Ortodontia – Orto 2018-SPO, que será realizado de 20 a 22 de setembro em São Paulo, estão trazendo ao Brasil alguns dos mais prestigiados professores da nossa especialidade. O foco para a seleção dos palestrantes é aliar forte embasamento científico à excelente experiência e casuística clínica.
 
Já confirmamos alguns dos grandes nomes deste universo, como Peter Buschang, coordenador do Depto. de Ortodontia da Universidade Texas A&M, nos Estados Unidos, que falará sobre o tratamento de pacientes portadores de classe II e padrão hiperdivergente com o auxílio de mini-implantes, e também discutirá aspectos contemporâneos sobre os métodos de aceleração do tratamento ortodôntico. São técnicas muito atuais e ainda pouco utilizadas no Brasil, que poderão fazer deslanchar muitos tratamentos de alta dificuldade.
 
Por falar em casos complexos, Stella Chaushu, coordenadora do Depto. de Ortodontia da Universidade de Hadassah, em Jerusalém (Israel), compartilhará com o público brasileiro sua incrível experiência no tratamento de dentes impactados e inclusos. Os muitos anos de trabalho em conjunto com Adrian Becker, e a redação de artigos, capítulos e livros direcionados exclusivamente para este tema, a qualificam como uma das maiores especialistas do mundo na desafiadora mecânica da tração dental.
 
Da Universidade de Alberta, no Canadá, Carlos Flores Mir trará atualidades sobre o tratamento da classe II, abordando aspectos como a validade ou não da intervenção precoce, a possibilidade de atuar na posição e no crescimento mandibular, a influência do processo respiratório, assim como o gerenciamento de dispositivos fixos ou removíveis.
 
Ortodontista especialista em técnicas estéticas, principalmente alinhadores, Iván Malagón (Espanha) enfocará o planejamento ortodôntico com o Digital Smile Design (DSD), de modo a associar o bom ajuste dos dentes com uma estética agradável para o sorriso. Sua incrível casuística e qualidade de finalização estende os limites dos tratamentos com alinhadores.
 
Representando a América Latina, convidamos Andrés Giraldo, coordenador de pós-graduação da Universidade Autônoma de Manizales, na Colômbia. Sua grande amostra na correção das atresias maxilares em pacientes jovens, com o uso de disjunção ancorada em mini-implantes e documentada por tomografia computadorizada, por certo elucidará ao clínico brasileiro importantes aspectos da Ortodontia interceptiva. Ele apresentará o acompanhamento desses pacientes com aparelhos pré-ajustados autoligáveis, com excelente qualidade de resultados.
 
Na próxima edição, completaremos a lista dos convidados internacionais para o Orto 2018-SPO e ficará fácil perceber que o melhor da Ortodontia mundial estará conosco em breve.
 
 

 

Flavio Cotrim-Ferreira

Editor científico