Publicado em: 28/08/2018 às 08h45

Braquetes autoligáveis: eficiência e critérios serão discutidos no Orto 2018-SPO

Sistema será analisado pelos professores Weber Ursi, Marcelo Martins e Reginaldo Zanelato.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

 

Os braquetes autoligáveis estarão no centro das atenções durante o 21º Congresso Brasileiro de Ortodontia, o Orto 2018-SPO. O sistema será tema do curso de imersão ministrado pelos professores Weber Ursi, Marcelo Martins e Reginaldo Zanelato.

Os braquetes autoligáveis são a melhor alternativa? O professor Weber Ursi pretende demonstrar como o emprego do sistema pode impactar de maneira positiva na eficiência clínica de um consultório, assim como em termos de rentabilidade.

Marcelo Martins vai focar no que realmente funciona, com base em questões bastante pertinentes e que ainda geram dúvidas. Martins vai abordar casos em que o sistema realmente auxilia a expansão, no que diz respeito às correções transversais.

Em relação aos problemas verticais, o professor vai avaliar como a desarticulação temporária da oclusão pode ajudar. As novas possibilidades para correção das más-oclusões de classe II e III associadas a mini-implantes extra-alveolares também serão analisadas.

A abordagem do professor Reginaldo Zanelato será em torno dos critérios de escolha entre os sistemas ligados e autoligados, de acordo com os objetivos do tratamento ortodôntico. Zanelato vai considerar tópicos importantes, como expressão de torque, espessura dos braquetes (in-out), controle do atrito na movimentação dentária e sequência de arcos.

O Orto 2018-SPO acontecerá de 20 a 22 de setembro, no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo.

Mais informações sobre o encontro podem ser obtidas através do site www.orto2018.com.br, pelo e-mail secretaria@ortociencia.com.br, pelo telefone (11) 2168-3400 ou WhatsApp (11) 97113-2561.