Publicado em: 06/12/2018 às 10h50

Caminhada triunfal

Jairo Corrêa, presidente da SPO, ressalta que o Orto 2018-SPO comprovou que houve uma caminhada exuberante da ciência e arte de Angle e Korkhaus.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Realizado no último mês de setembro, o Orto 2018-SPO comprovou que houve uma caminhada exuberante da ciência e arte de Angle e Korkhaus. Nada falhou no esquema montado nos diversos ângulos do 21º Congresso Brasileiro de Ortodontia, que contou com um público de diversos países.

Não bastasse a beleza do acontecido, ficou gravada a evolução crescente das especialidades agrupadas para o tratamento dos problemas dentomaxilofaciais. Ficaram claras, de forma plena e absoluta, as alterações técnicas e científicas apresentadas nas aulas. Também, a exposição promocional mostrou uma ampla gama de produtos e serviços.

Durante uma rápida conversa com o professor Celestino Nóbrega, da Universidade de Nova York (Estados Unidos), assim ele se expressou sobre o evento: “Talvez o maior dos jumps de toda a história da nossa especialidade esteja ocorrendo neste exato momento. O fenômeno que ocorre de forma global tem introduzido o ortodontista de maneira inevitável e irreversível no mundo digital. A inteligência artificial apoiada em algoritmos, que podem ser revertidos em tomadas de decisões suportadas por banco de dados, já pode ser considerada uma grande aliada do ortodontista. Sistemas de planejamento virtual podem sugerir caminhos mais retos e rápidos para que sejam obtidos resultados finais consistentes, mais ou menos como se tivéssemos um ‘Waze’ ortodôntico”.

Sem dúvida, é o pronunciamento de um mestre conhecedor do desenvolvimento de tudo o que carrega a Odontologia e suas especialidades. Deve ser sentido como real e certo, no modernismo da filosofia ortodôntica digital. Creio que a caminhada está sendo triunfal.

 

 

Jairo Corrêa

Presidente da SPO