Publicado em: 20/02/2019 às 09h50

Faces da verdade

Jairo Corrêa, presidente da SPO, acredita que 2019 será um arco-íris que reproduzirá momentos de grandiosidade para o cirurgião-dentista e a comunidade toda.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Existem regras de condutas, bíblicas ou não, escritas para testemunharem coisas da vida – como essa que foi dita com sabedoria: “Não importa de que maneira cada um veja a face da verdade, contanto que a veja”. No decorrer da temporada 2018, a Sociedade Paulista de Ortodontia (SPO) procurou realçar, em todos os momentos, suas metas, colocando a Ortodontia e a Ortopedia Funcional dos Maxilares em patamares extremos. No tocante à evolução científica, social e associativa, foi sucesso pleno e absoluto.

Tudo está preparado para uma nova etapa, ou seja 2019, que será enriquecida por ideais firmes, trilhando o traçado de uma política consciente de responsabilidade. Diretores, professores, alunos e funcionários estão no âmago de melhores acontecimentos.

Tem fundamento a mensagem que o nobre e emérito professor Leopoldino Capelozza Filho enviou à redação da OrtodontiaSPO: “Evolução conceitual e tecnológica. A Ortodontia tem se beneficiado desses eventos compostos por essas vertentes inseparáveis. Mais recentemente, um bom exemplo é o uso das imagens proporcionadas pela tomografia, recurso que já é rotina na especialidade e propicia acuidade no diagnóstico e na definição de metas terapêuticas. Melhoramos as decisões sobre o que fazer e ampliamos o envelope de possiblidades ortodônticas e ortopédicas, com as ancoragens esqueléticas, representadas pelos dispositivos de ancoragem transitória e pela ancoragem esquelética extra-alveolar. O que se pode fazer com elas vai sendo descoberto com o tempo, primeiro pelas evidências clínicas e depois pelas científicas, nesse movimento dinâmico e espiral que não tem fim, em busca do melhor para os pacientes. Esforço do qual participam de modo consistente os clínicos, professores e pesquisadores da Ortodontia brasileira, nivelando por cima nossa prática clínica”.

Os fatos mudaram de rumo. O virtual tomou conta e exerce em todos os ângulos o melhor. Será para o bem ou mal do ser humano? As coisas da vida estão demasiadamente em outras direções, tomando conta do mundo. A título de brincadeira, tenho dito aos amigos: quando o bebê chega, ao invés de chorar, ele pergunta “Mamãe, cadê meu celular?”.

Enfim, estamos realizados e felizes com o distinguido e iluminado retrato da SPO desenhado em 2018. Sem contestação, 2019 será um arco-íris que reproduzirá momentos de grandiosidade para o cirurgião-dentista e a comunidade toda. Creio firmemente nisso.

 

 

Jairo Corrêa

Presidente da SPO